JUNTE-SE AOS NOSSOS SEQUIDORES !!!

Á MAIS VISITADA E COMENTADA DA SEMANA

sábado, 26 de março de 2011

Campos Sales-CE: Polícia caça seis detentos que serraram a grade e fugiram da Cadeia Pública :





A polícia de Campos Sales intensifica a caça aos seis indivíduos que, há uma semana, fugiram da cadeia pública daquele município. Eles aproveitaram o silêncio da madrugada do último sábado para deixarem o cárcere se constituindo em uma fuga em massa. Dentre estes estão elementos apontados pela polícia como de alta periculosidade e com ações em nível regional e até com mandados de prisão de outros estados. O bando fugiu da cela três e a polícia recorre ao apoio da Imprensa para recapturar.

São eles Florêncio Alves Muniz Júnior, Antonio Máximo de Amorim, José Joaquim de Alencar, Arlindo José da Silva, José Antonio de Souza e Nathanael dos Santos Batista. Florêncio é homicida e possui mandado de prisão em aberto da Comarca de Ouricurí (PE), Antonio Máximo, de 21 anos, responde por roubo e é considerado perigoso já com passagem pela Penitenciaria Industrial e Regional do Carirí. No último dia 4 de setembro, ele foi preso sob a acusação de envolvimento no assalto à Casa Lotérica de Caririaçu de onde um bando levou R$ 15 mil reais.

Joaquim é influente traficante na região do Cariri, Arlindo é homicida igualmente apontado como de alta periculosidade e conhecido pela forma cruel como executa suas vitimas. José Antonio é, também, homicida, enquanto Natanhael, de 19 anos, responde por roubo e é conhecido na região. Ele estava em regime semi-aberto, mas suas ausências nos pernoites determinaram a regressão da pena. No último dia 27 de janeiro, a juíza mandou recolhê-lo ao cárcere.

A fuga se deu após os detentos serrarem as grades das celas, saírem para o pátio e, com a própria força do grupo, arrancarem os portões pulando para um terreno ao lado onde funciona a Secretaria de Obras de Campos Sales. Tudo isso sem os policiais e o servidor municipal que trabalha na cadeia ouvissem mesmo distantes quatro metros do local. O diretor da cadeia, Wolney Anderson, abriu procedimento administrativo para apurar a entrada da serra na unidade prisional e, averiguar se houve facilidades.

Ele disse mais que a unidade prisional funciona precariamente, pois não há servidores estaduais qualificados e preparados e nem agentes penitenciários para esse tipo de ação. O pessoal é cedido pela prefeitura. Há um mês, Wolney disse ter tomado conhecimento do plano de fuga por meio de denúncia anônima e comunicou ao poder judiciário e secretaria de justiça pedindo a transferência dos mentores para um presídio de segurança máxima, mas não foi atendido.



F- C N :

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...