JUNTE-SE AOS NOSSOS SEQUIDORES !!!

Á MAIS VISITADA E COMENTADA DA SEMANA

terça-feira, 6 de março de 2012

CASO DINHEIRO NA CUECA

 
 
O ex-dirigente do PT e ex-chefe de gabinete do Banco do Nordeste, Kennedy Moura Ramos, foi ouvido hoje de manhã pela Juíza Federal Débora Aguiar da Silva Santos e pelo Procurador da República Marcelo Mesquita Monte sobre o caso dos “dólares na cueca”.

Kennedy Moura Ramos foi denunciado pelo Ministério Público Federal por improbidade administrativa.

Em julho de 2005, José Alberto Pereira da Silva, ex-assessor parlamentar do deputado estadual José Nobre Guimarães, foi preso tentando embarcar para Fortaleza com R$ 209 mil em uma mala e US$ 100 mil em saco plástico preso na cueca. 
 
O dinheiro, de acordo com o MPF, era proveniente de um contrato de financiamento em investigação fechado entre o Banco do Nordeste e o consórcio Alusa/STN.

O MPF denunciou, por improbidade administrativa, dirigentes da instituição e o Ministério Público também denunciou Kennedy Moura Ramos, o deputado José Nobre Guimarães (foto), o ex-assessor parlamentar do político José Alberto e a mulher dele. De acordo com a Justiça Federal, os interrogatórios serão retomados na quarta-feira.

O réu José Adalberto Vieira da Silva e sua esposa Raimunda Lúcia Pessoa de Lima serão ouvidos na cidade de Aracati/CE, por meio de Carta Precatória (instrumento pelo qual um juiz solicita a outro para que realize determinado ato processual na jurisdição que este atua).

No que se refere ao depoimento do deputado federal José Nobre Guimarães, também será tomado por Carta Precatória, no Distrito Federal.
 
 
 
TV Diário
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...