JUNTE-SE AOS NOSSOS SEQUIDORES !!!

Á MAIS VISITADA E COMENTADA DA SEMANA

sábado, 31 de março de 2012

Ceará ganha a primeira fábrica de geradores eólicos do país

  http://www.jornaldaenergia.com.br/galeria/noticias/interna/1167.jpg
 
 
Empreendimento consolida Ceará na fabricação de Geradores e componentes de energia eólica

Na próxima terça-feira, 03 de abril, às 11h, a alemã Furhländer irá lançar a Ordem de Serviço para iniciar a construção de sua fábrica de aerogeradores, que será localizada no Complexo Industrial do Porto do Pecém, na Rodovia CE 422- KM 10, em Caucaia. 
 
A assinatura da ordem de serviço irá contar com a participação do ministro de Minas e Energia, Edson Lobão, do governador Cid Gomes e do deputado federal Antônio Balhmann (PSB-CE), Presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Energia Alternativa no Congresso, além do presidente da Fuhrländer, Joachim Fuhrländer.

Com investimentos da ordem de R$ 45 milhões, o empreendimento deverá ficar pronto até dezembro deste ano, e vai gerar cerca de 300 empregos diretos. 
 
A unidade produzirá 20 aerogeradores por mês, que serão comercializados para todo o País. Para o Dep. Federal Balhmann, a vinda da Fuhrländer representa a vitória de um projeto do Governo Cid Gomes de transformar a matriz energética do Ceará, concentrando em alternativas limpas e fazendo do nosso Estado exportador de energia.

A Fuhrländer firmou com o Governo Estadual Protocolo de Intenções, assegurando os incentivos e infraestrutura para o perfeito e competitivo funcionamento da nova indústria. Balhmann também concentrou esforços para a consolidação do Pólo Industrial de Equipamentos Eólicos, atraindo para o Ceará empresas fabricantes de componentes eólicos, consolidando o Ceará como polo industrial desta cadeia produtiva. 
 
Segundo a assessora da presidência da Fuhrländer, Maria Belém: ”Balhmann foi o grande incentivador da vinda da empresa para o Brasil”.

Através de projetos de incentivo às energias renováveis, o Ceará tornou-se, ao final de 2010, o Estado com a maior capacidade instalada de geração eólica do Brasil (500 MW), contando com 17 parques instalados. 
 
O investimento do setor foi em torno de R$ 2 bilhões e gerou mais de três mil empregos temporários, além de 400 postos de trabalho permanentes de engenheiros e técnicos especializados treinados no Brasil e no exterior.
 
 
 
Macário
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...