JUNTE-SE AOS NOSSOS SEQUIDORES !!!

Á MAIS VISITADA E COMENTADA DA SEMANA

quinta-feira, 22 de março de 2012

Corregedora Eliana Calmon afirma que investigação no TJSP não é “direcionada”


 
 
Ao entregar ao presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, desembargador Ivan Sartori, cópia de relatório sobre a situação do setor de precatórios daquele tribunal, a corregedora nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon, reconheceu que “a palavra investigação, efetivamente, traumatiza a magistratura”, por dar a idéia de que “eu “estaria indo lá (ao TJSP) para apurar a situação de A, B, C ou D”.
 
A ministra garantiu que não vai “direcionar nenhuma investigação com vistas a qualquer desembargador”, ao responder a perguntas dos repórteres sobre o levantamento feito pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), a pedido do Conselho Nacional de Justiça, que identificou movimentações financeiras “atípicas” de R$ 855,7 milhões de 3.426 juízes e servidores do Poder Judiciário entre 2000 e 2010. 
 
A maior parte dessas movimentações (R$ 169,7 milhões) estava concentrada em tribunais paulista.
 
 
 
 
Nem Ki Lask
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...