O jovem Luis Wlendresson Alves Araújo, residente no Distrito de Carrapateiras, em Tauá, ganhou a liberdade nesta quinta-feira, 08. 
 
Ele estava preso desde o dia 07 de fevereiro último, juntamente com seu pai, Luis Luzimar Cavalcante de Araújo, quando se apresentaram na Delegacia Regional de Polícia Civil, para prestarem depoimento sobre a morte do palhaço e proprietário do Circo Retalho Show Circus, Francisco Harley Araújo Melo, 53 anos, que foi agredido a socos, pontapés, chicotadas e em seguida lesionado a golpe de faca, na estrada que liga a Vila de Poço da Onça à Mutuca, na tarde do dia 02 de fevereiro.

A justificativa apresentada foi de que a prisão temporária de 30 dias venceu e não foi transformada em preventiva. O Delegado Dr. Osmar Berto não solicitou a decretação de prisão porque o pai do rapaz confessou a autoria do crime e vai permanecer atrás das grades. “Ele irá para o presídio público”, disse Inspetor Agostinho.
 
A morte do palhaço Harley causou muita repercussão em todo o interior do Estado do Ceará.

 
Entenda o crime
Um homicídio foi registrado no início da tarde desta quinta-feira, 02 de fevereiro, na Localidade de Lagoa de Pedra, no Distrito de Carrapateiras em Tauá. Por volta das 13h, o palhaço e proprietário do Circo Retalho Show Circus, Francisco Harley Araújo Melo, 53 anos, residente no Bairro Cohab, em Crateús, foi agredido a socos, pontapés e chicotadas e em seguida lesionado a golpe de faca, na estrada que liga a Vila de Poço da Onça à Mutuca. 
 
A vítima andava em companhia do filho de nome Netinho, que só não foi morto porque ajoelhou-se aos pés dos assassinos, identificados pelos nomes de Luis Luzimar Cavalcante de Araújo e Luis Wlendresson Alves Araújo, pai e filho, respectivamente, residentes na Localidade de Lagoa de Pedra.
 
O motivo do crime pode ter sido o furto de um cachorro pertencente à vítima. O circo passou alguns dias na Localidade de Poço da Onça, onde animal desapareceu. Ao passar próximo à residência dos acusados, em direção a Localidade de Iapí-Independência, o palhaço Harley teria comentado em voz alta que ” a casa do ladrão de seu cachorro, era ali”. 
 
Uma mulher que estava na calçada da residência, ouviu a conversa e deve ter repassado para os acusados, que pegaram uma moto e saíram em perseguição. As vítimas foram alcançadas e agredidas.

Harley foi socorrido ainda com vida pela equipe do PSF do Carrapateiras, mas não resistiu. Ao chegar no Hospital já estava morto. O corpo foi levado para o IML de Iguatu. Equipes das Polícias, Civil e Militar fizeram várias diligências, mas não conseguiram prender os assassinos.
 
O sepultamento do proprietário do Circo aconteceu no dia 03 de fevereiro no Cemitério São Miguel, em Crateús.

 
 
RÁDIO DIFUSORA DOS INHAMUNS