JUNTE-SE AOS NOSSOS SEQUIDORES !!!

Á MAIS VISITADA E COMENTADA DA SEMANA

quinta-feira, 31 de maio de 2012

GARANTIA-SAFRA: Prefeituras devem realizar pagamento até dia 5


 
 
O anúncio do governador Cid Gomes de pagar uma parcela do Garantia-Safra já no mês de junho deve pressionar as prefeituras a colocar em dia os pagamentos com o programa federal. Essa e outras medidas contra os efeitos da seca no Estado, divulgadas na última segunda-feira, repercutiram bem entre prefeitos e representantes de entidades.

Na avaliação da presidente da Associação dos Municípios do Ceará (Aprece), Eliene Brasileiro, o anúncio do pagamento da primeira parcela vai incentivar a antecipação do pagamento, que deverá ser feita até o dia 5 de junho pelas prefeituras. “O município que quitar logo dará a oportunidade ao agricultor. Vai ser um incentivo. Acredito que todos vão querer quitar”, avalia Eliene.

De acordo com Luiz Carlos de Lima, secretário de política agrícola da Federação dos Trabalhadores da Agricultura do Ceará (Fetraece), a antecipação da primeira parcela atendeu em parte à proposta do movimento sindical, que pedia o pagamento de dois meses. “Ele (Cid Gomes) condicionou o pagamento da parcela para municípios que estiverem em dia até dia 5 de junho. Isso significa que vai haver pressão para os municípios que estão inadimplentes”, aponta Luiz Carlos.

O prefeito de Quixeramobim, Edmilson Júnior, cita como outro ponto importante o convênio com o Ministério da Integração Nacional para construção de 1.500 sistemas de abastecimento de água para atender núcleos de até 100 residências.

Na avaliação do prefeito de Itapajé, Francisco Marques, as obras de infraestruturas são as mais importantes. “Na nossa região sempre estamos sujeitos a isso. É tentar conviver com a seca, para que amanhã a gente não precise passar por dificuldade”, projeta Marques.

Para Jefferson Cidrão, o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Tauá, no Sertão dos Inhamuns, e expectativa é de melhora na situação do comércio. Segundo avalia, está faltando dinheiro circulando no mercado, o que reduziu as vendas pela metade nos cinco primeiros meses deste ano, em comparação com os cinco primeiros meses do ano passado.

A falta de chuvas no Ceará se agrava mês a mês. Em maio, até ontem, choveu no Estado, em média, 18,6 mm, 83,1% a menos do esperado para o mês. Segundo monitoramento da Cogerh, 25 açudes estão com volume inferior a 30% da capacidade.
 
 
 
 O Povo 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...