JUNTE-SE AOS NOSSOS SEQUIDORES !!!

Á MAIS VISITADA E COMENTADA DA SEMANA

terça-feira, 12 de junho de 2012

Banco do Nordeste confirma fraudes em créditos e afasta chefe suspeito de beneficiar 2 cunhados


 
O Banco do Nordeste afastou do cargo o chefe de gabinete de sua presidência, Robério Gress do Vale. O afastamento chega 48 horas depois de o repórter Leopoldo Mateus ter trazido à luz notícia sobre um desvio estimado em mais de R$ 100 milhões em operações de crédito fraudulentas realizadas pela casa bancária estatal.
 
Entre as operações postas sob suspeição estão financiamentos de R$ 11,9 milhões concedidos a três empresas: MP Empreendimentos, Destak Empreendimentos e Destak Incorporadora. Pertencem aos irmãos da mulher de Robério Gress, o chefe de gabinete afastado nesta segunda (11).
 
O novo escândalo tem cheiro de naftalina. Faz lembrar o caso dos “dólares na cueca”. Em 2005, quando as manchetes só falavam de mensalão, um assessor parlamentar do então deputado estadual José Guimarães (PT-CE), irmão do ex-dirigente petista José Genoino, foi preso no aeroporto de Congonhas (SP) com US$ 100 mil acondicionados na cueca.
 
Nessa época, a Polícia Federal constatou que o dinheiro era proveniente de propina recebida por Kennedy Moura, um ex-mandachuva do PT cearense que ocupava a mesma chefia de gabinete da presidência do Banco do Nordeste. Robério Gress, o novo encrencado, sucedeu-o no cargo.
 
Decorridos sete anos, o Banco do Nordeste continua aparelhado pelo PT. O petista José Guimarães, padrinho de nomeações, é agora deputado federal. Robério Gres, o afastado, foi a pessoa física que mais “doou” dinheiro para a vitoriosa campanha de Guimarães nas eleições de 2010.
 
Como se vê, sob Dilma Rousseff subverte-se no Banco do Nordeste um velho brocardo. Fica demonstrado que é errando que se aprende… A errar.
 
 
josias
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...