JUNTE-SE AOS NOSSOS SEQUIDORES !!!

Á MAIS VISITADA E COMENTADA DA SEMANA

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Gestores denunciados e presos voltam às urnas

http://2.bp.blogspot.com/-ij3qBtdEcMw/TZEvtPSiw9I/AAAAAAAAFXo/6BBsj5rPM1E/s1600/ficha%2Bsuja%2Bcontituicao%2Bprotege%2Bcerino.jpg
 
 
 
 
Acusados de desviar milhões dos cofres públicos, presos e afastados do cargo, eles lançam candidaturas


Três políticos cearenses, presos recentemente em operações capitaneadas pelo Ministério Publico Estadual MPE), Polícia Federal e Polícia Civil, acusados de desviar milhões de reais dos cofres públicos, estão novamente na ´mira´ do Tribunal de Justiça do Estado e do TRE. O motivo é que, mesmo ainda sob investigação e denunciados por diversos crimes, eles decidiram se candidatar novamente a cargos públicos em seus Municípios.


Uma das situações que estão sendo apreciadas pela Justiça é a do ex-vice-prefeito do Município de Senador Pompeu (a 275Km de Fortaleza), Luiz Flávio Mendes de Carvalho, conhecido como o ´Luizinho do Inharé´, que passou cerca de seis meses preso juntamente com o prefeito afastado, Antônio Teixeira de Oliveira.

 
 
Rombo

Os dois políticos de Senador Pompeu, juntamente com outras 28 pessoas, foram presos preventivamente por ordem judicial, acusados de um ´rombo´ milionário nos cofres da Prefeitura Municipal, envolvidos em um esquema de corrupção, formação de quadrilha, estelionato, ´lavagem´ de dinheiro e enriquecimento ilícito que levou o MPE, através da Procuradoria de Combate aos Crimes Contra a Administração (Procap) a pedir a prisão de todos. 


Após fugir da cidade e passar vários dias desaparecidos, os gestores se entregaram à Polícia. Agora, mesmo ainda afastado do cargo por ordem judicial, e cassado pela Câmara Municipal, ´Luizinho do Inharé´ decidiu se candidatar a prefeito daquele Município. Ele foi lançado como candidato oficial tendo como vice na chapa Francisco Martins Farias, também cassado pela Câmara de Senador Pompeu. O golpe aos cofres do Município, segundo estimativas da Procap, gera em torno de R$ 2,6 milhões, através de fraudes em licitações, num esquema criminoso que envolvia várias empresas.

 
 
Outros

Ainda segundo dados da Justiça Eleitoral, também decidiram se lançar candidatos novamente ao cargo de prefeito os políticos Domingos Sávio Pontes e Marcos Alberto Torres.


O primeiro foi solto há menos de uma semana, depois de ter sido preso por ordem do Tribunal de Justiça do Estado e afastado do cargo. Pontes é acusado de ter comandado um esquema de desvio financeiro na Prefeitura de Ipu (a 294Km de Fortaleza), utilizando recursos da Secretaria Estadual de Cidades. 
 
 
Foram cerca de R$ 3,1 milhões que deveriam ter sido usados na construção de banheiros populares e que acabaram indo parar nas contas dos envolvidos, conforme denúncia recebida pelo Tribunal de Justiça do Estado. Através de um habeas corpus deferido pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), Sávio foi solto. 


O terceiro ´alvo´ das investigações e que decidiu novamente se candidatar é o prefeito afastado de Nova Russas (316Km da Capital), Marcos Alberto Martins Torres, preso por ordem do TJCE e denunciado pelo MPE por desviar recursos públicos através de obras ´fantasmas´. A Reportagem tentou ouvir os três citados gestores mas não obteve êxito.

 
 
 
Diário do Nordeste - Nem Ki Lask

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...