JUNTE-SE AOS NOSSOS SEQUIDORES !!!

Á MAIS VISITADA E COMENTADA DA SEMANA

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Irapuan Pinheiro - CE: 'Ele vivia para estudar', diz tia de estudante morto no Rio

Estudante é morto a facadas em república no Rio de Janeiro (Foto: Reprodução Globo News) 
Estudante é morto a facadas em república no
Rio de Janeiro


 
No Ceará, a família do estudante assassinado em uma república no Horto, na Zona Sul do Rio, procura informações sobre o crime. “Ele vivia para estudar”, disse Alessandra Pinheiro, tia do aluno do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), José Leandro Pinheiro, encontrado morto na manhã desta quinta-feira (25). Leandro era natural da cidade de Irapuan Pinheiro, a 233 quilômetros de Fortaleza.

O rapaz tinha prêmios em olimpíadas de física e matemática, foi professor voluntário no sertão cearense e era referência pelo sucesso nos estudos na cidade natal.  “Ainda estamos tentando entender o que está acontecendo”, disse Alessandra. O estudante mudou-se para o Rio de Janeiro em 2011 para iniciar o mestrado no Impa.
 
 
 
Bom aluno

“Ele era muito bom, principalmente em matemática e física, matérias das quais era professor voluntário nas aulas de preparação para o Enem”, diz Carlos Oliveira, diretor da escola Escola de Ensino Médio José Joaquim da Costa, onde Leandro Pinheiro estudou na cidade natal.

Segundo o diretor, Leandro era professor voluntário e dava aulas de reforço em diversas escolas do sertão central cearense. Ele terminou o ensino médio na Escola Agrotécnica da cidade de Iguatu, onde também era referência nas disciplinas de física e matemática.

Leandro também tem cinco premiações e uma menção honrosa em olimpíadas nacionais de física e matemática. Após conclusão do ensino médio, ele viajou ao Rio de Janeiro, onde fazia mestrado.

Ainda de acordo com o diretor da escola Carlos Oliveira, Leandro sempre aproveitava as férias para visitar a família no interior do Ceará. Ele esteve pela última vez na cidade natal em julho deste ano, quando passou 15 de férias e também deu aulas de preparação para o Enem na escola José Joaquim da Costa como voluntário. 

 
 
Morte

De acordo com o comandante do 23º BPM no Leblon, tenente-coronel Luiz Otávio Lopes da Rocha, um colega de curso da vítima, Bruno de Eusébio dos Santos, de 26 anos, natural de Sergipe, será levado para a Divisão de Homicídios (DH), na Barra da Tijuca, Zona Oeste da cidade, para prestar depoimento, como suspeito do crime.

O corpo do estudante é retirado da casa onde morava pelo Instituto Médico Legal. Foto: Mônica Garcia/Terra

 
O sergipano também está ferido, foi encontrado bastante alterado na cozinha da casa e encaminhado para o Hospital Miguel Couto, na Gávea, Zona Sul. Segundo a polícia, a vítima e o suspeito dividiam um quarto na república. No local vivem cerca de 15 estudantes, homens e mulheres.


 
A PM informou que o corpo do estudante foi encontrado na cama de barriga para cima e ao lado dele estava uma pedra. Os policiais informaram que o estudante morto tinha um ferimento na cabeça, provavelmente provocado pela pedra, e um no peito, de faca. A faca que teria sido usada no crime foi encontrada em cima de um armário entre o quarto e a cozinha, ainda segundo os agentes.

A polícia informou ainda que os estudantes que moram na república contaram que quem achou o corpo de José Leandro foi o caseiro. Por volta das 12h, cerca de dez estudantes que vivem na república conversavam com a polícia dentro da casa.


lindomarrodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...